Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/1275
Tipo do documento: Dissertação
Título: Dispersão de sementes por guigós (Callicebus coimbrai) e conservação da Mata do Junco, Capela - SE
Autor: Correia, Fernanda Bezerra de Aragão 
Primeiro orientador: Ferrari, Stephen Francis
Resumo: O presente trabalho, integrante do Projeto Guigó , dá continuidade às análises do papel de Callicebus coimbrai na dispersão de sementes e regeneração de habitats na paisagem fragmentada da Mata Atlântica de Sergipe. Um grupo de C. coimbrai com seis integrantes (um casal reprodutor, dois subadultos, um juvenil e um infante) foi monitorado de dezembro de 2012 a outubro de 2013, no Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, localizado no município sergipano de Capela. Durante cinco dias por mês, o grupo foi monitorado continuamente ao longo do período diurno de atividade. Os dados foram coletados através da amostragem de fonte-focal para a análise do comportamento alimentar e a coleta de amostras de fezes para a verificação da ingestão e dispersão de sementes pelos animais. Amostras de animal-focal também foram realizadas, onde membros do grupo foram monitorados continuamente ao longo do período de atividade, para o registro de todos os eventos de alimentação e defecação (com o mesmo conjunto de dados sendo coletado para cada evento). Foram coletados também espécimes de besouros coprófagos (Scarabaeidae) quando encontrados associados às fezes. Para cada evento de alimentação, registrava-se o horário, a fonte, o número de indivíduos que visitou a fonte e o número de frutos consumidos, além das coordenadas geográficas, registradas com um aparelho de GPS. O comportamento alimentar também foi registrado em relação às partes do fruto consumidas e a ingestão de sementes. Para cada evento de defecação observado, foi registrado o horário, o indivíduo envolvido e o local (GPS), e quando possível, uma amostra das fezes foi coletada (além de espécimes de escarabeídeos) para posterior análise. A dispersão de sementes foi avaliada medindo a distância entre o local onde sementes foram encontradas nas fezes e a provável fonte das mesmas em ArcGis. Os membros do grupo Junco se alimentavam essencialmente de frutos, com menor contribuição de folhas, flores, sementes e insetos. Um total de 488 eventos de defecação foi observado, onde 359 amostras de fezes (73,6% do total) foram coletadas para análise. Em aproximadamente 10% destes eventos (n = 46), foram coletados espécimes de escarabeídeos, para identificação. A análise das amostras indicou que um pouco mais da metade das amostras de fezes (56,5%) continham sementes de pelo menos onze espécies de plantas (de uma a 26 sementes por amostra). Na amostragem animal-focal, entre um e 15 eventos de defecação foram registrados em um único dia. Distâncias de dispersão de sementes foram geralmente entre 100 m e 200 m, sendo registrado um valor máximo de 211 m. Variações sistemáticas foram encontradas em todos os parâmetros, relacionadas principalmente à variação sazonal na disponibilidade de fruto. Variações longitudinais também foram encontradas em relação às espécies de plantas exploradas pelo grupo no mesmo período de 2012. De um modo geral, os resultados do estudo enfatizaram a importância de C. coimbrai como dispersor de sementes e principalmente seu papel na regeneração de habitats fragmentados, que são típicos da Mata Atlântica de Sergipe.
Abstract: The present study, part of the Guigó Project , was based on the continuation of the analysis of the role of Callicebus coimbrai in the seed dispersal and regeneration of habitats in the fragmented landscape of the Atlantic Forest of Sergipe, Brazil. A group of C. coimbrai with six members (a breeding pair, two subadults, one juvenile, and one infant) was monitored between December, 2012, and October, 2013, in the Mata do Junco State Wildlife Refuge in the municipality of Capela, Sergipe. During five days per month, the study group was monitored continuously throughout the daily activity period. Data were collected in feeding-tree focal samples for the analysis of feeding behavior, with fecal samples being collected for the verification of the ingestion of seeds by the animals. Focal-animal samples were also collected, in which group members were monitored continuously during the daily activity period for the recording of feeding and defecation events (with the same set of data being collected for each event). Specimens of dung beetles (Scarabaeidae) were also collected, whenever they were found in association with the feces. During each feeding event, the time, source, number of individuals visiting the source, and the number of fruits ingested were recorded, as well as the geographic coordinates, using a GPS. Details of the feeding behavior were also recorded, in relation to the parts of the fruit consumed and the ingestion of seeds. For each observed defecation event, the time, individual, and location (GPS) were recorded, and whenever possible, a sample of the feces was collected (together with specimens of dung beetles) for analysis. Seed dispersal was evaluated by measuring the distance (in ArcGis) between the sites at which the seeds were found in the feces and the probable source of the seeds. The members of the Junco group fed primarily on fruit, with a smaller contribution of leaves, flowers, seeds, and insects. A total of 488 defecation events were observed, resulting in the collection of 359 fecal samples (73.6% of the total) for analysis. In approximately 10% of these events (n = 46), scarabaeid specimens were collected for identification. Analysis of the fecal samples indicated that just over half the feces (56.5%) contained the seeds of at least 11 different plants species (with one to 26 seeds being found in a sample). In the focal-animal samples, between one and 15 events were recorded in a single day. Dispersal distances were generally between 100 m and 200 m, with a maximum distance of 211 m being recorded. Systematic variation was found in all parameters, related primarily to the seasonal variation in the availability of fruit. Longitudinal variation was also found in the plant species exploited by the group in the same period of 2012. Overall, the results of the study emphasize the importance of C. coimbrai as a seed disperser, and in particular, its role in the regeneration of the fragmented habitats that are typical of the Atlantic Forest of Sergipe.
Palavras-chave: Japuça - Habitat - Sergipe
Ecologia animal
Japuça
Ecologia animal
Animais frugívoros
Proteção ambiental - Sergipe
Mata do Junco, Capela, SE
Mata do Junco, Capela, SE - Conservação
Animal ecology
Animal ecology
Environmental protection
Frugivores
Sergipe (Brazil)
Sergipe (Brazil)
Titis (Mammals)
Titis (Mammals)
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: 
Instituição: 
Sigla da instituição: 
Departamento: Desenvolvimento e Meio Ambiente
Programa: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/1275
Data de defesa: 26-Fev-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
FERNANDA_BEZERRA_ARAGAO_CORREIA.pdf1,68 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.