Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/3659
Tipo do documento: Dissertação
Título: 1964 em Sergipe : golpe civil-militar, protestantismo e a Cruzada Cristo Esperança Nossa
Autor: Santos, Ermerson Porto 
Primeiro orientador: Cardoso, Célia Costa
Resumo: O Golpe Civil-Militar, que depôs o presidente da República João Goulart em 1964, no Brasil, buscou o apoio de instituições como o Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais / Instituto Brasileiro de Ação Democrática (IPES-IBAD), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), igrejas evangélicas, meios de comunicação de massa e de amplos setores das classes médias urbanas, com o objetivo de garantir a ascensão e permanência dos militares no poder e proporcionar-lhe o mínimo de legitimidade. A cidade de Aracaju/SE sediou a cruzada Cristo Esperança Nossa, nos dias 20 a 27 de setembro de 1964, uma campanha evangélica interdenominacional, ou seja, promovida e dirigida por várias igrejas protestantes do Estado, porém idealizada por presbiterianos com o apoio de missionários norte-americanos. Este evento se fundamentou na conservação de valores morais e cristãos, em meio à instauração da nova ordem político-institucional no país marcada pelo autoritarismo. Investiga-se os desdobramentos dessa cruzada, com base na ideia de “campo político”, “poder simbólico” e habitus de Pierre Bourdieu (1996), para comprovar a hipótese de que este evento colaborou para a difusão do ideário anticomunista em Sergipe, no contexto da Guerra Fria. Foi possível constatar em algumas manifestações de líderes religiosos e populares evangélicos, através da imprensa e de depoimentos orais, um posicionamento, muitas vezes explicitado de forma discreta, a favor da tomada do poder em 1964 e em defesa da moralidade cristã, embora Cristo Esperança Nossa não tenha sido, a priori, um evento político em sua essência. Ações como essas se enquadram, também, no ambiente político favorável às marchas, como a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”, e outras campanhas de evangelização que representaram a defesa de postulados conservadores típicos da sociedade daquele período.
Abstract: The Civil-Military Coup, which deposed the president of the Republic João Goulart in Brazil in 1964, sought the support of institutions such as the Institute for Research and Social Studies / Brazilian Institute of Democratic Action (IPES-IBAD), Brazilian Bar Association (OAB), the National Conference of Brazilian Bishops (CNBB), evangelical churches, the mass media and broad sectors of the urban middle classes, with the objective of guaranteeing the ascendancy and permanence of the military in power and providing it with the minimum Of legitimacy. The city of Aracaju / SE hosted the Crusade Cristo Esperança Nossa, from September 20 to 27, 1964, an evangelical campaign interdenominacional, that is, promoted and directed by several Protestant churches of the State, but idealized by Presbyterians with the support of missionaries North Americans. This event was based on the preservation of moral and Christian values, in the midst of the establishment of the new political-institutional order in the country marked by authoritarianism. The crux of this crusade, based on the idea of "political field", "symbolic power" and habitus of Pierre Bourdieu (1996), is investigated to prove the hypothesis that this event contributed to the diffusion of the anti-communist ideology in Sergipe, Context of the Cold War. Through the press and oral testimony, some manifestations of popular religious and popular evangelical leaders have been able to find a position, often discreetly stated, in favor of the takeover of power in 1964 and in defense of Christian morality, although Christ Esperança Nossa Has not been, a priori, a political event in its essence. Actions such as these also fit into the political environment conducive to marches, such as the "Family March with God for Freedom", and other evangelization campaigns that represented the defense of conservative postulates typical of the society of that period.
Palavras-chave: Sergipe
História de Sergipe (1964)
Brasil (história)
Brasil (revolução de 1964)
Revolução de 1964
Golpe de Estado (Brasil)
Ditadura militar
Protestantismo (Sergipe)
Cruzada Cristo Esperança Nossa
Golpe de 1964
Protestantismo
1964 coup
1964 coup d'etat
Protestantism
Cristo Esperança Nossa Crusade
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da instituição: UFS
Departamento: História
Programa: Pós-Graduação em História
Citação: SANTOS, Ermerson Porto. 1964 em Sergipe : golpe civil-militar, protestantismo e a Cruzada Cristo Esperança Nossa. 2017. 156 f. Dissertação (Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/3659
Data de defesa: 20-Mar-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ERMERSON_PORTO_SANTOS.pdfERMERSON_PORTO_SANTOS.pdf2,81 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.