Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/389
Tipo do documento: Dissertação
Título: Subsídios para a proteção dos fragmentos florestais na bacia hidrográfica do rio Poxim - SE
Título(s) alternativo(s): Subsidies for protection of forest fragments in the hydrographic basin of the Poxim river-SE
Autor: Costa, Cristiano Cunha 
Primeiro orientador: Gomes, Laura Jane
Resumo: Diante da degradação dos recursos naturais, tornam-se comuns os debates a respeito das questões ambientais no sentido da busca pela sustentabilidade. Dessa forma, o estudo dos fragmentos florestais são importantes no que se refere à manutenção da biodiversidade. Este trabalho teve como objetivo propor, de forma sistêmica, mecanismos que venham contribuir para a proteção dos remanescentes florestais localizados na bacia hidrográfica do rio Poxim-SE. Para isso, foi necessário caracterizar os fragmentos florestais sob a ótica do estudo da paisagem; realizar o levantamento da mata ciliar existente na bacia hidrográfica do rio Poxim, de acordo com a legislação vigente, no sentido de propor ações de restauração da vegetação. Para o levantamento do uso e cobertura do solo da bacia hidrográfica do rio Poxim, utilizou-se de fotografias aéreas correspondentes ao ano de 2004, tendo projeção UTM, Zona 24 Sul e Datum SAD-69, com o auxílio do programa ARCGIS 9.2 na escala de visualização de 1:10.000. Do mesmo modo, realizou-se o levantamento dos fragmentos florestais de mata atlântica com relação ao tamanho, à forma, à conectividade e à vizinhança desses fragmentos, como também, foi possível fazer um levantamento da mata ciliar da bacia hidrográfica do rio Poxim. Observou-se que a pastagem (40,54%) e os cultivos agrícolas (15,63%) ocupam as maiores áreas na bacia hidrográfica do rio Poxim, sendo as principais atividades que impactam os fragmentos vizinhos. Com relação aos fragmentos, 92,71% possuem tamanho médio de 18,58 hectares e índice de circularidade de 0,34. Quanto à conectividade, a maioria dos fragmentos (26,53%) está com a distância superior a 900 metros em relação ao fragmento florestal mais próximo. Na bacia hidrográfica há apenas 01 reserva legal averbada com 198,84 hectares, demonstrando o descumprimento do Código Florestal Brasileiro (1965). A mata ciliar na bacia hidrográfica corresponde a 7,01%, deste, menos da metade (46,22%) está em conformidade com o Código Florestal Brasileiro (1965) que estipula uma largura mínima de 30 metros de mata ciliar. Torna-se necessária a adoção de políticas públicas visando à proteção dos fragmentos florestais e restauração das áreas de preservação permanente, formando corredores ecológicos aliados ao planejamento e gestão dos recursos hídricos.
Abstract: Faced with the degradation of natural resources, the discussions about environmental issues towards the search for sustainability become common. Thus, the study of forest fragments is important regarding the maintenance of biodiversity. This study aimed to propose, systemically, mechanisms that may contribute to the protection of forest remnants located in the hydrographic basin of the Poxim River. Therefore, it was necessary to characterize the forest fragments from the point of view of landscape studies and also to survey the existing riparian vegetation in the hydrographic basin of the Poxim River in accordance with current legislation, to propose actions of vegetation restoration. In order to survey the use and occupation of the Poxim River hydrographic basin, it was used aerial photographs corresponding to the year 2004, UTM zone 24 South Datum SAD-69 projection, with the help of the program ARCGIS 9.2 on display scale of 1:10,000. Similarly, there was a survey of forest fragments of atlantic forest about the size, shape, and connectivity to the vicinity of these fragments, but it was also possible to do a survey of riparian forest in the hydrographic basin of the Poxim River. It was observed that pasture (40.54%) and agricultural crops (15.63%) occupy the largest areas in the hydrographic basin of the Poxim River and those are the main activities that impact the neighboring fragments. Related to the fragments, 92.71% have an average size of 18.58 hectares and circularity index of 0.34. As to connectivity, most of the fragments (26.53%) are over 900 meters away to the nearest forest patch. In the hydrographic basin there is only 01 registered reservation with 198.84 hectares, demonstrating the failure of the Brazilian Forest Code (1965). The riparian forest in the hydrographic basin corresponds to 7.01%, in which less than half of the total (46.22%) is in accordance with the Brazilian Forest Code (1965) which stipulates a minimum of 30 meters width of riparian vegetation. It becomes necessary to adopt public policies aimed at the protection of forest fragments and restoration of permanent preservation areas, forming ecological corridors allied to planning and management of water resources.
Palavras-chave: Biodiversidade
fragmentos
mata ciliar
código florestal
Biodiversity
fragments
riparian forest
forest code
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da instituição: UFS
Departamento: Agroecossistemas
Programa: Pós-Graduação em Agroecossistemas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/389
Data de defesa: 25-Fev-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Agroecossistemas

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
CRISTIANO_CUNHA_COSTA.pdf4,45 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.