Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/775
Tipo do documento: Tese
Título: Atividade antinociceptiva e avaliação histomorfológica da fotobiomodulação laser na articulação temporomandibular de ratos
Título(s) alternativo(s): Antinociceptive activitie and histomorphological evaluation of low-level laser photobiomodulation in rats temporomandibular joint
Autor: Barretto, Sandra Regina 
Primeiro orientador: Bonjardim, Leonardo Rigoldi
Resumo: A Desordem temporomandibular (DTM) é uma disfunção que afeta a articulação temporomandibular (ATM), sendo caracterizada principalmente pela presença de dor. Tem sido demonstrado que fototerapia laser de baixa potência (FLBP) apresenta efeitos analgésicos e anti-inflamatórios em casos de DTM, mas ainda são escassos os estudos experimentais que permitam compreender os mecanismos envolvidos nesta atividade biológica. Sendo assim, o propósito desse trabalho foi avaliar a capacidade da FLBP em controlar a dor e a inflamação induzidas na ATM de ratos com diferentes agentes químicos. Para isso, foi realizado um estudo em duas etapas. Na primeira, foi induzida nocicepção com formalina a 2,5% na ATM de 25 ratos Wistar (325 ± 25 g), que foram então distribuídos aleatoriamente em 05 grupos (n=5): CRG (sem tratamento); DFN (tratados com diclofenaco sódico); LST1 (tratado com FLBP 12,5 J/cm2); LST2 (tratado com FLBP 52,5 J/cm2) e LST3 (tratado com FLBP 87,5 J/cm2). A FLBP foi realizada em única aplicação, com laser diodo GaAlAs a 780 nm. Os animais foram avaliados em relação aos comportamentos de levantar a cabeça (LC), coçar a face (CO), analisados separadamente e somados os comportamentos. Os dados foram analisados por meio de teste Anova (uma via) e teste de Tukey. Na segunda etapa, foi induzida inflamação na ATM de 45 ratos Wistar (325 ± 25 g) com carragenina a 1%. Posteriormente, os animais foram divididos em 03 grupos principais (n=15): CRG (sem tratamento), DFN (tratados com diclofenaco sódico) e LST2 (tratado com FLBP 52,5 J/cm2). A FLBP foi realizada a cada 48 h, com laser diodo GaAlAs a 780 nm. Em 24 h, 3 e 7 dias, cinco animais de cada grupo foram randomicamente eutanasiados e os espécimes de ATM foram processados e corados com hematoxilina/eosina (HE). Foi realizada análise descritiva das alterações morfoestruturais e semiquantitativa da intensidade da resposta inflamatória e neoformação vascular. Os dados foram analisados pelo teste Kruskal-Wallis e extensão posthoc de Dunn. Os resultados demonstraram que o DFN, o LST2 e o LST3 significativamente reduziram as respostas nociceptivas caracterizadas pela soma dos comportamentos de LC e CO (p<0.001). DFN também foi capaz de reduzir os comportamentos de LC (p<0.05) e CO (p<0.01) quando avaliados separadamente, da mesma forma que o LST2 (LC e CO, p<0.001). O LST1 não apresentou efeito antinociceptivo. Na análise histológica, foi observada uma infiltração inflamatória significativamente mais intensa in CRG do que em DFN e LST2 em 24 h (P<0,05 e p<0,001), 3 dias (p<0,01 e p<0,001) e 7 dias (p<0,001 e p<0,01). Além disso, o contingente de neutrófilos foi mais conspícuo em CRG do que nos demais grupos em 24 h. A neoformação vascular se apresentou menos expressiva em CRG do que DFN (p<0,001) e LST2 (p<0,001) em 24 h, enquanto que em 3 dias, LST2 exibiu maior quantitativo de vasos sanguíneos que CRG (p<0,001) e DFN (p<0,001). Em 7 dias, não houve diferença no conteúdo vascular entre os grupos (p>0,05). Baseado nos resultado pôde-se concluir que a FLBP apresentou atividade antinociceptiva e anti-inflamatória na indução realizada na ATM de animais experimentais.
Abstract: Temporomandibular Disorder (TMD) is a dysfunction that affects the temporomandibular joint (TMJ), characterized primarily by the presence of pain. It has been shown that low level laser therapy (LLLT) presents analgesic and anti-inflammatory effects in cases of TMD, but still experimental studies are scarce in order to understand the mechanisms involved in this biological activity. Therefore, the purpose of this work was to evaluate the ability of LLLT to control pain and inflammation induced by different chemical agents injected in the rat s TMJ. A study was carried out in two steps. At first induction of nociception was performed with 2.5% formalin in 25 Wistar rats ATM of 25 (300 ± 50 g), which they were randomly divided into 05 groups (n=5): CRG (no treatment); DFN (diclofenac sodium); LST1 (LLLT 12,5 J/cm2); LST2 (LLLT 52.5 J/cm2) and LST3 (LLLT 87.5 J/cm2). The LLLT was performed in a single application, with the apparatus laser with 780 nm (GaAlAs diode laser). The animals were evaluated considering the nociceptive behaviors characterized by rubbing the orofacial (RO) region and flinching the head (FH) quickly, analyzed separately and summed the behaviors. Data were analyzed through Anova test (one way) and Tukey s test. In the second stage, inflammation was induced in the TMJ of 45 Wistar rats (300 ± 50 g) with carrageenan to 1%. Then, the animals were divided into 03 main groups (n=15): CRG (no treatment); DFN (diclofenac sodium) and LST3 (LLLT 52.5 J/cm2). The LLLT was performed every 48 h, with the laser device described above. At specific times (24 h, 3 days and 7 days) five animals from each group were randomly sacrificed and their TMJ specimens were processed and stained with hematoxylin/eosyn (HE). The data were submitted to descriptive analysis regarding to semiquantitative and morphostrutural changes and mphasizing the inflammatory aspects and vascular neoformation. Data were analyzed through Kruskal-Wallis test and Dunn s post-hoc test. The results showed that DFN, LST2 and LST3 significantly reduced nociceptive responses characterized by the sum of the behaviors of FH and RO (p<0.001). DFN was also able to reduce the behaviors of FH (p< 0.05) and CO (p< 0.01) when assessed separately, as well as it was observed in LST2 (FH and RO, p<0.001). The LST1 did not elicit nociceptive effect. In the histological analysis, an inflammatory infiltration was observed significantly more intense in CRG than in DFN and LST2 in 24 h (P<0.05 e p<0.001), 3 days (p<0.01 e p<0.001) and 7 days (p<0.001 e p<0.01). In addition, the contingent of neutrophils was more conspicuous in CRG than in other groups in 24h. The vascular neoformation was less expressive in CRG than DFN (p<0.001) and LST2 (p<0.001) in 24 h, while in 3 days, exhibited greater quantitative LST2 blood vessels than CRG (p<0.001) and DFN (p<0.001). In 7 days, there was no difference in vascular content between experimental groups (p>0.05). Based on the results, one might conclude that the LLLT showed anti-inflammatory and antinociceptive effect in the inflammation induced in the TMJ of animals.
Palavras-chave: Articulação temporomandibular
Carragenina
Formalina
Dor orofacial
Lasers em odontologia
Temporomandibular Joint
Carrageenan
Formalin
Orofacial Pain
Lasers in Dentistry
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da instituição: UFS
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: BARRETTO, Sandra Regina. Antinociceptive activitie and histomorphological evaluation of low-level laser photobiomodulation in rats temporomandibular joint. 2013. 141 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/775
Data de defesa: 16-Jul-2013
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências da Saude

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
SANDRA_REGINA_BARRETTO.pdf11,65 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.