Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/831
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência da ginástica artística no desenvolvimento motor de escolares
Título(s) alternativo(s): The influence of the practice of the artistic gymnastics in the children s motor development
Autor: Kumakura, Roberta Santos 
Primeiro orientador: Oliveira, Antonio César Cabral de
Resumo: Introdução: Acredita-se que a prática de Ginástica Artística (GA) possibilita melhor desenvolvimento motor de crianças em estágios iniciais de desenvolvimento, quando se encontram na fase de desenvolvimento fundamental, assim como, promove a criança um perfil mais saudável, com níveis de gordura corporal reduzidos. Poucos estudos foram conduzidos com a perspectiva de comprovar este benefício, no entanto, foram encontrados resultados conflitantes. Objetivo: Determinar a influência da Ginástica Artística no desenvolvimento motor de escolares. Material e Métodos: O presente estudo caracterizou-se como observacional, transversal e analítico. A amostra foi composta por 119 indivíduos, sendo 69 praticantes de GA (GGA) e 50 não praticantes (GC). Foram selecionadas para o primeiro grupo crianças com pelo menos um ano de prática da modalidade e, para o segundo, crianças que não praticavam nenhuma modalidade esportiva. Ambos os grupos participavam das aulas de Educação Física Escolar. Como variável desfecho foi considerado o quociente motor; como variável associada, a prática de GA, o nível de maturação e os índices antropométricos e, como covariável, a idade cronológica. Os instrumentos utilizados foram balança digital, compasso de dobra cutânea, estadiômetro, ficha de identificação, fita métrica, prancha ilustrativa de Tanner, questionários de maturação e de prática de atividade física, além do teste de Lincoln-Oseretsky. Para a análise estatística, foram utilizados ferramentas da estatística descritiva, o teste de Shapiro-Wilk, a ANOVA Oneway, com post-hoc de Tukey e a correlação de Pearson. Em todas as análises, consideraram-se os testes como bicaudais e o nível de significância p 0,05 e poder 0,80. Foi utilizado o SPSS for Windows versão 19.0. Resultados: A idade média de GGA foi 8,1±1,3 e de GC 8,7±1,1 anos (p=0,008). O quociente motor foi 60,5±21,4 e 53,0±21,1, respectivamente (p=0,06). A análise multivariada do quociente motor, após ajustes para idade e IMC, não mostrou significância estatística (p = 0,098). A diferença média a favor do GGA foi de 8,6±5,1 com IC95% de -1,6 a 18,8. Também não houve diferença estatisticamente significativa entre os diferentes estágios de maturação (p=0,41). Foi encontrada correlação negativa significativa (p<0,01) entre quociente motor e IMC (-0,334), %Gordura (-0,295), endomorfia (-0,331) e mesomorfia(-0,185, p<0,05). A correlação foi positiva entre quociente motor e ectomorfia (0,241, p<0,01). Conclusão: Os resultados do presente estudo sugerem que a prática de Ginástica Artística (GA) influencia positivamente o quociente motor. Quanto à maturação, pode-se concluir que o quociente motor não sofre influência significativa dos níveis maturacionais em ambos os grupos analisados. No entanto, as diferenças absolutas entre GGA e GC se manifestam, de forma mais evidente, nos estágios maturacionaismais avançados. Quanto às variáveis antropométricas, pode-se inferir que as mesmas se correlacionam com o quociente motor de maneira fraca e de forma inversa, exceto a ectomorfia, a qual apresentou associação direta.
Abstract: Introduction: There are evidences that the practice of Artistic Gymnastics (AG) enables a better motor development in children s early stages, when they are in their fundamental development phase, as well as it promotes to the child a healthier profile, with reduced levels of fat. Few studies have been guided through the perspective of trying to prove these benefits, however, there have been found some conflicting results. Aim: To determine the influence of the Artistic Gymnastic in the children s motor development. Material and Methods: This study has been observational, tranversal and analytical in its perspective. The sample was composed by 119 people, from this number only 69 practice AG (AGG) while the other 50 do not practice (CG). For the first group, children with at least one year practicing AG was selected, and for the second group, children who did not practice any sports. Both of groups are Physical Education students at school. To the conclusion, it was considerated the motor quotient; as associated variable, the practice of AG, the maturation level, the anthropometrical indices and, as covariable, the chronological age. The tools used in this achievement were the digital balance, the compass for cutaneous folds, the stadiometer, the identification form, the tape measure, the illustrative board of Tanner, maturation and practice of physical activities questionnaires, and the Lincoln-Oseretsky test. For the statistical analysis, the tools of the descriptive statistic, the Shapiro-Wilk, an ANOVA Oneway, with post-hoc of Tukey and the correlation of Pearson. In all analyses, the tests have been considerated as two-sided with the level of significance p 0,05 and power 0,80. The SPSS for Windows, 19.0 Version, was used through this study. Results: The average age of AGG was 8,1±1,3 as the CG was 8,7±1,1 years (p=0,008). The motor quotient was 60,5±21,4 and 53,0±21,1, respectively (p=0,06). The multivariate analysis of the motor quotient, after some adjustments for the age and BMI, did not show any statistic significance (p=0,098). The average difference in favor to the AGG was 8,6 ± 5,1 with CI95% of -1,6 to 18,8. Statistically, any significant difference was presented among the different maturational levels (p=0,41). It was found a significant negative correlation (p<0,01) between the motor quotient and the BMI (-0,334), %Fat (-0,295), endormorphy (-0,331) and mesomorphy ((-0,185, p<0,05). The correlation between the motor quotient and the ectomorphy (0,241, p<0,01) was positive. Conclusion: The results of this study suggest that the practice of Artistic Gymnastics (AG) influence positively the motor quotient. In what concerns the maturation, it is possible to conclude that the motor quotient does not receive any significant influence from the maturational levels in both groups. Nevertheless, the absolute differences between AGG and CG show, in a clearer way, in the maturational stages more advanced. In what concerns the anthropometric variable, it is possible to infer that they correlate themselves with the motor quotient in a weak and reverse way, excepting the ectomorphy, which showed a direct association.
Palavras-chave: escolares
desenvolvimento motor
maturação sexual
school
motor development
sexual maturation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da instituição: UFS
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: KUMAKURA, Roberta Santos. The influence of the practice of the artistic gymnastics in the children s motor development. 2012. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.ufs.br/handle/tede/831
Data de defesa: 21-Ago-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saude

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ROBERTA_SANTOS_KUMAKURA.pdf888,79 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.